Foto / RomoloTavani/iStock
Anúncios

Beber café faz bem à mente e ao corpo. Porém, se consumido em excesso ou saturado de açúcar e outros aditivos os benefícios da bebida são em vão.

Prefira cafés orgânicos

Os cafés orgânicos são cultivados sem o uso de produtos químicos, como agrotóxicos, que são prejudiciais para o organismo. Essa forma de produção também é mais sustentável, uma vez que não degrada o solo e utiliza práticas ecológicas de cultivo.

Substitua o açúcar por canela

O consumo de bebidas açucaradas aumenta o risco de morte, segundo um estudo da Associação Americana do Coração, além de estar associado a diabetes, obesidade e outras doenças crônicas. Dizer não ao açúcar não só é vantajoso para a saúde e como ainda contribui para um paladar mais apurado. Opte por especiarias como a canela, que mantém os níveis de açúcar no sangue estáveis e também reduz o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas.

Não beba café de estômago vazio

Essa dica é importante principalmente para quem sofre de refluxo, síndrome do intestino irritável e outras condições gástricas. Quando chega no estômago, o café aumenta a produção de ácido clorídrico e pode provocar desconforto nos organismos mais sensíveis, como o ardor associado à azia.

Opte pelo descafeinado

Além de ser bom para pessoas que sofrem de problemas gástricos, o descafeinado diminui o risco de insônias e de irritabilidade. Mas atenção: o descafeinado também contém cafeína! A diferença é que a substância está presente em menor quantidade, comparativamente ao café normal.

Adicione leite de amêndoa

O leite garante nutrientes essenciais para o ótimo funcionamento do corpo, para além de intensificar o sabor do café. Contudo, para um café mais saudável, o leite de amêndoa é a melhor opção, já que esta variante tem menos calorias que o leite de vaca, fornece gorduras monoinsaturadas (boas para o coração), e ajuda ainda a proteger o estômago.

Alterne com um copo de água

Jamais substitua a água pelo café! Tente beber sempre um copo de água antes de tomar uma xícara da bebida.

Limite ainda o consumo de café até quatro xícaras por dia e mantenha-se bem hidratado, o que equivale a beber cerca de dois litros de água por dia.