O desastre ambiental que ocorreu em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte, na última sexta-feira (25), provocou comoção em todos os brasileiros. A tragédia imediatamente sensibilizou milhões de pessoas, dispostas a ajudar as vítimas por meio de doações.

Isso, porém, não impede a atuação de bandidos que tentam se aproveitar da situação. A Polícia Militar (PM) e o Ministério Público de Minas Gerais, por meio de declarações à imprensa e postagens nas redes sociais, alertam aos brasileiros que nenhuma conta bancária foi aberta com o objetivo de recolher doações em dinheiro. As autoridades ressaltam que é falso qualquer tipo de mensagem neste sentido.

O Ministério Público de Minas Gerais pediu, por meio de postagem no Twitter, a colaboração de todos os brasileiros para que fossem denunciadas postagens e notícias que pedem doações em dinheiro às vítimas do desastre em Brumadinho. A ação, que configura estelionato, é tratada como crime digital pelo governo de Minas Gerais.