Apucarana 07h38min
Solicitante: Masculino (sem idade informada).
Natureza: Furto qualificado.
Endereço: Av. Curitiba, Centro, Tabacaria Mansão Beer.

Por volta das 07h38min relata o solicitante que fechou o estabelecimento por volta de uma hora da manhã retornando ao local por volta das 07h00min, onde verificou que o telhado do banheiro fora arrombado e teriam ainda arrombado um cofre onde estaria uma quantia de dinheiro em espécie. Durante o atendimento a equipe foi informada que em virtude desta ação dos criminosos acabaram danificando uma parede de um estabelecimento vizinho do local. Foram confeccionado Boletim e orientado no local.

Apucarana 09h30min
Noticiante: Masculino de 61 anos.
Noticiada: Feminina de 37 anos.
Natureza: Desacato / Vias de fato
Endereço: R: Sussumo Shimura , Jd. Catuaí.

Por volta das 09h30min fomos acionados para atender uma ocorrência de vias de fato envolvendo uma mulher e um idoso. Quando chegamos ao local um dos envolvidos estava com a roupa toda rasgada e com várias escoriações por todo o corpo. Ele se identificou e declarou que ele e a feminina de 37 anos estavam discutindo e a discussão evoluiu para agressão. Ele relatou que ela o teria agredido com uma barra de ferro e as lesões nele foi ela quem ocasionou, como também suas roupas foi ela quem rasgou. Após as agressões ela se evadiu do local no entanto um dos funcionários, que trabalha na empresa da feminina de 37 anos nos relatou outra versão, disse que o masculino de 61 anos estava na empresa e quando a feminina de 37 anos chegou começaram uma discussão mas foi o masculino de 61 anos que tentou agredi la dando um “mata leão” nela e ela apenas tentou se defender e ambos entraram em luta corporal alem disso foi o funcionário que apartou a vias de fato, ele ainda informou que foi o masculino de 61 anos mesmo que fez as lesões no próprio corpo com uma tesoura tic tac e rasgou as roupas para incrimina-la. Convem ainda mencionar que durante a confecção do Boletim, o masculino de 61 anos desacatou a equipe dizendo ”eu que pago o salário de vocês” e que a testemunha teria recebido dinheiro para depor. Disse também que a justiça estava sendo invertida e que nos estávamos tentando incrimina-lo. Diante do ocorrido, o masculino de 61 anos foi conduzido até a 17ª SDP para os devidos esclarecimentos.

Apucarana 12h30min
Solicitante: Feminina (sem idade informada).
Vítima: Feminina (sem idade informada).
Natureza: Descumprimento de medida protetiva / Violência doméstica.
Preso / Apreendido: Masculino de 24 anos.
Endereço: R: Euzemiro Valim Bassi, Marcos Freire.

Por volta das 12h30min relata a solicitante que sua filha possui Medida Protetiva, expedida pelo Juíz de Direito, contra seu ex-marido e na data de hoje ele compareceu em sua residência, entrando sem autorização e discutiram por motivo fútil. Com a chegada da equipe policial, o autor já não se encontrava no local. Foram feitas buscas e ele foi localizado em sua residência na Rua Tóquio. Realizamos a abordagem e nada de ilícito foi localizado consigo. Diante dos fatos e do desejo de representação das partes, foram encaminhados até a Delegacia para as providências cabíveis.

Apucarana 14h15min
Solicitante/vitima: Feminina (sem idade informada).
Natureza: Dano / Vias de fato – Violência doméstica.
Preso / Apreendido: Masculino de 24 anos.
Endereço: R: Palmas, Jd. das Flores.

Por volta das 14h15min a equipe esteve no local onde segundo informações repassadas uma mulher estaria sendo agredida por seu marido. No local fizemos contato com a senhora, que nos relatou ter se desentendido com seu marido e que após ficar nervosa, acabou agredindo ele, tentando esganá-lo. Que após tentar esganar seu marido, o mesmo saiu de casa, retornando instantes depois e tornando a discutir, nesse momento ambos estavam com os ânimos exaltados, sendo que o marido passou a quebrar os móveis da cozinha, sendo estes o armário e a pia, além de alguns objetos que estavam no interior dos móveis, tais como copos e pratos. Indagada a mesma sobre onde seu marido estava, esta nos informou que ele teria ido para a casa de sua mãe. Diante da informação repassada, a equipe deslocou até a Rua Boca de Leão e localizou o autor na casa de seus pais, sendo pedido ao mesmo que nos acompanhasse até a Delegacia de Polícia, sendo que este acompanhou a equipe prontamente sem oferecer resistência alguma.

Apucarana 14h50min
Solicitante/vítima: Masculino (sem idade informada).
Natureza: Furto simples.
Endereço: R: Estefano Kutianski, Jd. Morada do Sol.

Por volta das 14h50min relata o solicitante que um elemento magro, com alargador de cor negra, teria pulado o muro do quintal e teria furtado uma bicicleta branca da marca Viking e na sequência fugiu sentido ao Colégio Premen. Foram feitas rondas, porém sem êxito. A vítima foi orientada e foi confeccionado o Boletim no local.

Apucarana 17h10min
Solicitante: Anônima.
Natureza: Abordagem de suspeitos.
Endereço: R: Carlos Joaquim Dias Neves, Residencial Sabiá.

Por volta das 17h10min foi irradiado pelo Copom que no local haveriam 04 masculinos empurrando uma motocicleta em atitude suspeita, sendo que a equipe logrou êxito em abordar os masculinos com a motocicleta Yamaha/ YBR 125 na cor verde, verificado que não havia nada de ilícito, tampouco pendências com a moto, a equipe apenas realizou a apreensão da moto por não haver condutor com CNH e qualificou os quatro masculinos.

Apucarana 18h50min
Solicitante/vítima: Feminina de 37 anos.
Natureza: Ameaça / Invasão de estabelecimento industrial.
Preso / Apreendido: Masculino de 61 anos.
Endereço: R: Sussumo Shimura , Jd. Catuai.

Por volta das 18h50min a solicitante relatou que um homem que já tinha lhe causado problemas durante o dia, teria retornado a sua residência, queria a presença da equipe PM no local para que ele fosse retirado. Por determinação da Copom deslocamos ao endereço supra, e em contato com a vítima, esta passou a relatar que: em data de hoje por volta 10h30min teve um desentendimento trabalhista com o masculino de 61 anos, que é seu sogro; que tal contenda terminou com a lavratura de um Termo Circunstanciado; que por volta das 18h40min, o sogro voltou à empresa da vítima, e mesmo com o portão fechado, adentrou ao espaço físico do referido empreendimento, uma vez que dispunha de um controle do portão; que a vítima estava sozinha na empresa e ao perceber a presença do sogro pediu para que este saísse, tendo obtido por resposta que não sairia, e segundo a vítima, o autor em posse de capacete de motociclista partiu em direção da mesma com intuito de agredí-la; que a vítima sacou seu telefone e disse que chamaria a Polícia, sendo que nesse momento o autor se retirou e a vítima então fechou o portão novamente e ouviu o sogro sair com a moto que pilotava; nesse ínterim o irmão da vítima, chegou à empresa e adentrou a mesma; o autor por sua vez retornou ardilosamente, dessa vez à pé, e pulou o muro da empresa, tendo sendo surpreendido pelo irmão da vítima que o imobilizou até a chegada da equipe PM, face ao seu descontrole. Diante dos fatos todos foram encaminhados à 17ª SDP para providências.

Apucarana 00h15min
Solicitante/vítima: Masculino de 32 anos.
Natureza: Furto qualificado / Corrupção de menor.
Endereço: Av: Minas Gerais, Vila São Miguel, Oficina.
Preso / Apreendido: Masculino de 18 anos, Feminina de 13 anos.

Por volta das 00h15min o solicitante relatou que dois indivíduos, aparentando ser uma mulher e um homem, pularam o muro de sua Oficina e furtaram uma lavadora de pressão. No local foi feito contato com a vítima, o qual relatou que ouviu ruídos vindo da Oficina, que fica anexa a sua residência, sendo que ouviu vozes de um homem e de uma mulher. A vítima disse que foi subtraído uma máquina lavadora de alta pressão da marca ZM, da cor amarela. A vítima foi orientada. Ato contínuo foram realizadas buscas na região indicada pela vítima, com intuito de encontrar os autores e recuperar a máquina furtada, sendo também repassado para as outras viaturas via rádio. Foi informado pela equipe do CPU que abordaram um casal, identificados como o masculino de 18 anos e a feminina de 13 anos, saindo de um terreno vazio em atitude suspeita. Posteriormente foram feitas buscas na região e focalizado a máquina furtada em meio à mata nas proximidades do local do furto, na Avenida Minas Gerais, sedo este local um terreno que dá acesso ao local onde a equipe do CPU abordou o casal. Apresentado à vítima o objeto, este ronheceu a máquina como sendo de sua propriedade, bem como os autores do furto, pois o mesmo viu os autores pulando a grade frontal da Oficina, logo após a consumação do crime. Foram encaminhados os dois autores e o objeto do furto para a Delegacia de Apucarana para providências cabíveis ao caso. Obs.: o terreno em tese é muito extenso. Obs. 2: Foi informado pela menor que estão juntos pelo tempo de sete meses, e que mantém relações sexuais com regularidade.