Foto/Portal do Tossinha.

Um grave acidente registrado na noite desta segunda-feira (22) por volta de 20:20h, acabou deixando um trabalhador mandaguariense em óbito na BR-376 entre Jandaia do Sul e Mandaguari.

O acidente aconteceu no Km-214, Claudemir Pereira do Santos 40 anos, trafegava em sua motocicleta HONDA/CG 125 TITAN com placas AGK-4817 de MANDAGUARI/PR quando um veículo ainda não identificado (suspeita de um veículo Volkswagen) teria colidido em sua traseira.

Com o impacto da colisão Santos foi lançado ao asfalto sofrendo Traumatismo Craniano (TCE) grave vindo a óbito instantaneamente, equipes de socorro da concessionária que administra a rodovia, Mandaguari e Jandaia foram ao local, mas nada pode ser feito.

O que mais impressiona neste acidente é que o veículo atropelador arrastou a motocicleta por cerca de 2 a 3km do local da colisão, a motocicleta se soltou do veículo após bater em um guarde reio da rotatório do contorno de Mandaguari, na sequência a motocicleta foi lançada a uma distância de 20 metros.

Após o local onde a motocicleta se encontrava, havia um dano grande no guarde reio, suspeitava-se que o veículo causador teria colidido naquele local, porém nossa equipe recebeu informações de que aquele dano foi causado por um veículo que se perdeu ali no último sábado (19).

O veículo atropelador não parou para prestar socorro se evadindo do local tomando rumo ignorado, a equipe do Portal do Tossinha acompanhou o investigador Fabiano de Mandaguari em rondas nas estradas próximas ao local, na tentativa de localizar o veículo, tendo em vista que os destroços deixados no local o veículo está muito avariado.

Até o fechamento dessa matéria não havia nenhuma pista que levasse ao veículo atropelador, a Policia Civil de Mandaguari segue realizando investigações para identificar o veículo e condutor atropelador.

A Policia Rodoviária Federal (PRF) havia recebido uma informação de que o veículo causador teria sido localizado, seria uma Santa Fé, mas quando o Investigador da Policia Civil foi até a base da PRF, confirmou que não era o veículo. A Santa Fé foi abandonada mas era de outra situação.

Santos era casado e deixa dois filhos, seu corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Maringá.

Portal do Tossinha.