Foto: Redes Sociais
Anúncios

Nascida em 1912, Dona Maria Cirina já enfrentou dois infartos, uma trombose, luta há sete anos contra um câncer e mesmo assim venceu o Coronavírus.

Mesmo com 107 anos de vida e algumas comorbidades, a mineira Maria Cirina da Silva, de Marumbi, interior do Paraná, lutou bravamente e venceu a batalha contra o Coronavírus na última quarta-feira (16). Em um vídeo gravado pela neta, no último dia de quarentena da avó, Dona Cirina e Laísa conversam sobre beber uma cerveja para comemorar.

“Já tem muitos dias que eu não bebo […] se Deus quiser amanhã a gente vai tomar umas duas”, disse Dona Cirina em conversa com a neta.

Nascida em 1912 na cidade de Malacacheta, em Minas Gerais, Dona Maria Cirina já sofreu dois infartos em 2019. Além dos infartos, a idosa luta há 7 anos contra um câncer e teve trombose no início deste ano.Em comemoração em uma publicação nas redes sociais, a neta faz questão de destacar a garra da avó “ela é uma guerreira”, escreveu.Conforme disse a família da idosa, dona Cirina chegou a sentir sintomas da Covid-19, como fraqueza, mas não precisou ficar internada no hospital. O tratamento da idosa foi todo em casa, tomando a medicação prescrita pela médica e muito soro.

Veja o vídeo da comemoração da idosa de 107 venceu a luta contra o Coronavírus:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe o post com seus amigos!