Diego Sabino da Silva era gerente e sócio do Centro Criativo de Tecnologia, empresa localizada em São Paulo

Um homem foi condenado a pagar uma multa de R$ 5 mil após apagar o perfil da empresa do Facebook ao se desligar da companhia. A decisão da Justiça do Trabalho de São Paulo foi proferida nesta segunda-feira (11).

Diego Sabino da Silva era gerente e sócio do Centro Criativo de Tecnologia, empresa especializada no desenvolvimento de jogos. No entanto, em julho de 2016, ele rompeu a sociedade e ‘roubou’ as senhas de acesso da rede social.

De acordo com o G1, Silva não forneceu o código secreto e entrou com uma ação trabalhista, exigindo cerca de R$ 1 milhão por reconhecimento de vínculo empregatício e uma restituição salarial equivalente.

A empresa abriu um novo processo na Justiça, em que exigia as senhas, e ganhou. Foi aí que Silva apagou o perfil na rede social.

Nesta segunda, a 8ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) descartou a ação sobre vínculo empregatício e ainda o obrihou a pagar R$ 5 mil para reparar os danos sofridos pela companhia.

FONTE: NOTÍCIAS AO MINUTO