O Ministério Público do Estado do Paraná, vem através deste comunicar os resultados de sentença proferidas á:

MAYKON JUNIOR BARBOSA

TIAGO DE SOUZA CORDEIRO

Ambos foram qualificados na prática de tráfico de drogas, seq. 49.2 destes autos, como incursos nas sanções do artigo 33, caput, da Lei n°. 11.343/06, por pretensa prática do seguinte fato descrito no seq. 49.2:

Leia abaixo o caso:

“No dia 13 de fevereiro de 2019, por volta de 19h30mim, na Avenida Romeu Domingos de Oliveira n.º 01, Jardim Juju, no município de São Pedro do Ivaí, nesta Comarca de Jandaia do Sul, os denunciados MAYKON JUNIOR BARBOSA e TIAGO DE SOUZA CORDEIRO, mediante prévio acordo de vontades, cada um aderindo à conduta ilícita do outro, vale dizer, agindo em coautoria, dolosamente, ciente da ilicitude e da reprovabilidade de suas condutas, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar, traziam consigo, para fins de traficância, 224 (duzentos e vinte e quatro) gramas de substância entorpecente vulgarmente conhecida como ‘cocaína’ (conforme Auto de Exibição e Apreensão em evento 1.12 e Auto de Constatação Provisória de Droga em evento 1.14), substância capaz de causar dependência física e psíquica a quem dela fizer uso (Portaria SVS/MS n. 344, de 12 de maio de 1998). Destaque-se que os denunciados foram abordados quando trafegavam em uma motocicleta, conduzida pelo denunciado MAYKON, sendo que a substância entorpecente foi localizada no interior da cueca do denunciado TIAGO”.

As sentenças ficaram definidas em:

MAYKON JUNIOR BARBOSA – Fica a pena do acusado definitivamente estabelecida em 08 ANOS DE RECLUSÃO E 800 DIAS-MULTA, na proporção de 1/30 do salário mínimo vigente ao tempo do fato, em razão da condição financeira do acusado.

TIAGO DE SOUZA CORDEIRO – Fica a pena do acusado definitivamente estabelecida em 07 ANOS DE RECLUSÃO E 700 DIAS-MULTA, na proporção de 1/30 do salário mínimo vigente ao tempo do fato, em razão da condição financeira do acusado.

Clique aqui e leia a sentença na íntegra.

_______________________________________________________________

O Ministério Público do Estado do Paraná, vem através deste comunicar os resultados de sentença proferidas á:

JOSÉ RAFAEL GOMES DA SILVA

Trata-se de prisão em flagrante do autuado pela JOSÉ RAFAEL GOMES DA SILVA prática, em tese, do delito de furto qualificado pelo rompimento de obstáculo (CP., art. 155, § 4º, inc. I).

Os testemunhos dos policiais militares (seqs. 1.4 e 1.5) e da vítima (seq. Atílio Jacon 1.7) deram conta de que o autuado adentrou nas dependências da residência da vítima, localizada na Rua Minas Gerais, nº. 330, Centro, na cidade de Bom Sucesso/PR, nesta, arrombou a porta da entrada principal, danificando o trinco da mesma, e de lá se assenhorou de um aparelho televisivo de marca AOC, de 49 (quarenta e nove) polegadas, de cor preta.

Clique aqui e veja a decisão na íntegra.

_______________________________________________________________

O Ministério Público do Estado do Paraná, vem através deste comunicar os resultados de sentença proferidas á:

ALESSANDRO ROCHA

“No dia 10 de setembro de 2.013, por volta de 15h30min, no interior da Delegacia de Polícia Civil localizada na Rua Clementino S. Puppi, nº. 454, Centro, neste município e comarca de Jandaia do Sul, o denunciado ALESSANDRO ROCHA CHAGAS, dolosamente, sem autorização legal, ingressou no estabelecimento prisional em posse de um celular, marca Samsung (auto de exibição e apreensão de mov. seq. 1.1), o qual foi apreendido durante a revista pessoal realizada após seu retorno de atendimento médico no PAM”.

As sentenças ficaram definidas em:

Feitas as considerações acima, fica a pena do acusado definitivamente estabelecida em 04 MESES DE DETENÇÃO.

Clique aqui e confira a sentença na íntegra.