Anúncios

Exame também confirmou que jovem foi morta por asfixia mecânica, de acordo com o delegado.

O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) confirmou indícios de violência sexual no corpo da bailarina Maria Glória, conforme informou o delegado Zoroastro Neri do Prado nesta segunda-feira (3).

A jovem foi morta em Mandaguari, na região norte do Paraná próximo de uma cachoeira.
O corpo de Maria Glória foi encontrado perto de uma cachoeira em Mandaguari, no dia 26 de janeiro.

Ela tinha 25 anos e também era estudante universitária e professora de capoeira, além de bailarina.

Fonte: Paraná Urgente.