Na segunda reunião da Comissão de deputados que investiga a empresa JMK (empresa que fazia manutenção da frota de veículos do Estado), que segundo a Polícia Civil, teriam desviado 125 milhões de reais no contrato com o governo, o deputado Jacovós, relator e coordenador da investigação, apresentou um plano de trabalho, que foi aprovado pela Comissão.

Nesse plano, entre outros procedimentos, estão previstos:

• o convite para o Delegado Alan Flore, da Divisão de Combate à Corrupção para prestar informações à CPI;

• convocação da ex-secretária de Administração, Dinorah Botto Nogara, responsável pela pasta em 2015, quando o contrato foi assinado;

A CPI definiu também que fará sessões itinerantes nas principais cidades do Paraná, para ouvir possíveis vítimas da JMK.

Via Assessoria deputado Jacovós