Com exclusividade, veículo que causou acidente que causou acidente tirando a vida de Mandaguariense: FOTO / PORTAL DO TOSSINHA.

Na última segunda-feira (21), um motociclista veio a óbito por volta de 20:00h após sofrer uma colisão traseira, e ter sua moto arrastada por cerca de 3 km na BR-376, entre as cidades de Jandaia do Sul e Mandaguari.

O veículo atropelador se evadiu do local sem prestar qualquer tipo de socorro à vítima, que ficou sobre a BR até populares o encontrarem e chamar o socorro.

Dois dias após o acidente na quarta-feira (23), Luiz Carlos Marcolino conhecido como Mendonça em Mandaguari, se apresentou na Delegacia de Jandaia do Sul como sendo o autor da colisão. Marcolino deu seu depoimento ao Delegado Dr. Adilson e foi liberado, segundo Marcolino ele trafegava pela Rodovia BR-376 sentido Jandaia para Mandaguari na faixa da esquerda, quando um outro veículo que vinha logo atrás deu sinal de luz para que ele desse espaço para ultrapassagem.

Na sequência ele teria mudado de faixa e não teria visto o motociclista, acabou colidindo na traseira da motocicleta, Marcolino disse que não parou para prestar socorro pois estaria com sua carteira de habilitação (CNH) caçada, e negou ter ingerido bebida alcóolica no dia do acidente. Marcolino nega também que teria arrastado a motocicleta por cerca de 3km.

A Policia Civil já abriu inquérito para apurar o que teria ocorrido no dia do acidente, Marcolino apresentou o veículo que ficou apreendido e irá responder em liberdade.

Especulações

Houve muita especulação sobre o autor deste acidente pois em Jandaia do Sul também há um açougueiro com o codinome “Mendonça”.

O Portal do Tossinha procura Wagner César de Moura conhecido como Mendonça do açougue em Jandaia do Sul, Moura lamentou o ocorrido e ficou muito desapontado com as especulações que trouxeram constrangimento para ele e sua família.

Origem do Açougue do Mendonça

Moura explicou ao Portal do Tossinha que o nome fantasia do açougue é de muitos anos atrás, o estabelecimento era pertencente a uma família de sobrenome “Mendonça”.

Posteriormente o açougue foi vendido a Luiz Carlos Marcolino, este por sua vez teria aberto uma sociedade com Wagner César de Moura dando continuidade ao mesmo estabelecimento e mantendo o mesmo nome. E desde 1995 Moura vem trabalhando com o açougue em Jandaia do Sul sendo conhecido como Mendonça do açougue.

Mendonça do Açougue em Mandaguari

Luiz Carlos Marcolino após separar sociedade com Moura, se estabeleceu na cidade de Mandaguari, onde abriu seu próprio açougue e fundou como “Açougue do Mendonça”. Mais tarde Marcolino também entrou no ramo de vendas de equipamentos para açougue, onde está atuando até o momento.

Comoção

O caso gerou muita comoção em Jandaia do Sul e Mandaguari, Claudemir Pereira dos Santos 40 anos, era formado como Técnico em Enfermagem e trabalhava como Gerente de Produção em uma empresa de bilhar de seu tio (conhecido Carlinhos da Bilhares), na cidade de Cambira.

No dia do acidente, Santos retornava para casa após mais um dia de trabalho, e levava consigo uma sacola com compras e lanches para sua esposa e filhos. O acidente aconteceu a pouco mais de 500 metros de sua residência.

Vários pedidos por justiça estão sendo feitos nas redes sociais, a esposa de Santos Pollyana Bueno, gravou um vídeo onde pede por justiça. Marcolino não deixou claro o motivo de ter se apresentado em jandaia, mas tal atitude provavelmente teria sido a comoção na cidade de Mandaguari.

Portal do Tossinha.

Abaixo depoimento de Pollyana Bueno (Polly) mulher de Santos.