Casal e convidados são presos após perturbação e desacato em Jandaia do Sul

Anúncios

Jandaia do Sul 1h13min
Natureza Ameaça / Desacato / Desobediência / Resistência / Trafico de Influência
Presos
Mulher , 36 anos
Homem 35 anos
Homem , 45 anos
Homem , 25 anos
Endereço Rua Falcão – Jd. Araucária

Conforme o solicitante, seu vizinho estava com som alto e algazarras. Ao chegar no local, esta equipe foi abordada pelo solicitante, que indicou qual seria a residência denunciada. Na sequência, esta equipe constatou que haviam algumas pessoas aos fundos da residência, onde foi possível ouvir que os mesmos estavam jogando baralho e ouvindo música. Ao entrar em contato com o proprietário da referida residência, Sr. ———————, o mesmo foi informado quanto ao fato de que a algazarra e o som estava perturbando o seu vizinho. Este se apresentou em visível estado de embriaguez. Ao verificar que seu vizinho quem havia feito a solicitação, se exaltou e passou a discutir com o mesmo, que segundo este já existe uma desavença entre ambos. Diante do interesse de representar, os mesmos foram informados que seriam encaminhados À Sede da Cia PM para confecção do TCIP. O morador a todo momento discutia com o solicitante, onde em dado momento, desferiu um chute no mesmo, o qual foi separado por esta equipe. A família de ————, a qual estava no local se aglomerou tentando dificultar o trabalho desta equipe. Fora solicitado apoio da Equipe de Cambira, já que as partes estavam discutindo e não poderiam ser conduzidos na mesma viatura. Enquanto aguardávamos a chegada da equipe de Cambira, o autor ainda exaltado, continuou a discutir e ofender a vitima-. Fora solicitado ao mesmo por diversas vezes que se acalmasse e parasse com a gritaria, o qual não obedeceu, quando Novamente tentou agredir o Sr. ————– com socos, tendo que ser contido, sendo dada ordem legal para que se afastasse, onde reagiu com empurrão contra o PM——–. De pronto recebeu voz de prisão por desacato, porém desobedeceu e tentou se evadir, correndo. Foi alcançado nas proximidades, sendo necessário uso de algema para contê-lo. Ao ser levado ate a viatura, sua esposa que estava na calçada, Srª. ——————– tentou impedir a prisão do mesmo, puxando os braços desta equipe a qual tentava colocar —————— no camburão. Neste instante a equipe de Cambira chegou ao local e ——————- continuou a impedir o trabalho das equipes, e neste momento passou a xingar os PMs. Sendo assim, recebeu voz de prisão, mas reagiu de forma agressiva agarrando o PM——– pelo braço causando algumas escoriações (arranhões), sendo necessário uso de algemas, momento em que se jogou no chão para impedir que fosse colocada no interior da viatura, sendo necessário uso da força, causando algumas escoriações superficiais em ambos joelhos. A pessoa de ———————– o qual estava na residência como convidado, tentou impedir que o casal fosse preso e a pessoa de ———————–, passou a ofender verbalmente, chamando os policiais de vermes, onde ao ser dada voz de prisão desobedeceu, sendo necessário uso de algemas. Ambos foram conduzidos juntamente com ———-e—————. Durante o trajeto entre a residência e A sede da Cia para confecção do boletim, o autor ameaçou o Sr. ————– Por diversas vezes . A pessoa de ————– ameaçou as equipes dizendo que isso não ficaria assim, que logo pela manhã ela iria falar com o prefeito da cidade, e que as equipes sofreriam as consequências por estarem efetuando a prisão destes. Se fez presente no local o conselho tutelar, pois haviam dois menores no local, os quais ficaram sob os cuidados dos conselheiros, os quais levariam os menores aos cuidados do avô. Na sequência fora deslocado até A sede da CIA para confecção do boletim e em seguida, à delegacia de Policia Civil desta cidade para procedimentos cabíveis.

Compartilhe o post com seus amigos!