Anúncios

Um jovem de 25 anos que recebeu a liberdade provisória nesta quarta-feira (20), invadiu uma casa, roubou e matou uma idosa, logo após receber a tornozeleira eletrônica, em Curitiba.

O crime aconteceu no bairro Alto da Glória, em frente à Vara de Execuções Penais. O suspeito foi preso pela polícia circulando próximo ao local onde cometeu o latrocínio. A senhora, de 72 anos, que era cadeirante, não era casada e nem tinha filhos. Ela foi encontrada pelo cuidador dela, que mora em uma edícula nos fundos da residência. Ela foi estrangulada com um moletom e teve levados uma TV, um celular e joias.

O Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), verificou o sistema de monitoramento e constatou que o suspeito esteve na casa da idosa durante 20 minutos. Pouco antes, ele tinha saído da prisão e passou por uma audiência na Vara de Execuções Penais, que fica em frente à casa do idosa, para colocar a tornozeleira.

O suspeito foi preso em flagrante pelo crime de latrocínio e encaminhado à Central de Flagrantes de Curitiba. A delegada Camila Cecconello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil disse se tratar de um crime de ousadia pela localização, em rua bastante movimentada, na frente da Vara de Execuções Penais.