Incêndio destruiu apartamentos. (Divulgação/Banda B)

BANDA B – Um incêndio de grande porte destruiu dois apartamentos no fim da madrugada desta sexta-feira (24), região do bairro Prado Velho, em Curitiba. Uma família conseguiu se salvar, mas uma jovem que morava com eles se desesperou e pulou a janela. Ela teve fratura nas pernas. O filho de 26 anos está sendo apontado como o autor do incêndio, após uma discussão em que pedia mais dinheiro para comprar drogas. A Polícia Civil vai investigar.

O apartamento da família fica na rua Santo Antônio esquina com a Conselheiro Dantas. Ao lado, há outra unidade, mas ela está fechada já há algum tempo. Embaixo dos apartamentos são os espaços comerciais, que não foram atingidos pelas chamas.

O incêndio começou por volta das 7 horas. Uma vizinha, que auxiliou a família a sair do apartamento, contou que ouviu uma explosão. “Ouvimos um estouro e logo depois as chamas. Liguei para os bombeiros e subi para ajudar eles a sair do apartamento, foi desesperador”, contou à Banda B.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e precisou de apoio assim que tomou noção do porte do incêndio. Os dois apartamentos de cima ficaram totalmente destruídos. A tenente Priscila, do Corpo de Bombeiros, que comandou a ação detalhou que foi preciso caminhão de apoio.

“São dois pisos e a parte de cima foi totalmente destruída. O incêndio começou em um dos apartamentos, mas atingiu os dois. Segundo os moradores, havia uma vítima, ela foi encontrada na calçada, em frente ao prédio. Ela estava com lesões nos membros inferiores. Precisamos do apoio de mais três caminhões com água, estava totalmente tomado pelas chamas. Foi um trabalho demorado, finalizamos agora pela manhã o respaldo para combater qualquer foco que exista de fogo”, descreveu a tenente.

Segundo o Corpo de Bombeiros, foram utilizados 12 mil litros de água no combate ao incêndio.

Criminoso

Estavam dentro do apartamento o casal, o filho mais novo, de 9 anos e uma jovem inquilina que mora com a família. O morador do apartamento contou à Banda B que o incêndio foi criminoso e provocado pelo enteado de 26 anos. “O filho mais velho da minha esposa chegou pela sacada, pulou para dentro, começaram a discutir. Ele foi na cozinha, abriu o botijão de gás, soltou a mangueira e tacou fogo. Da cortina passou para o PVC do teto e se alastrou por tudo”, contou.

Segundo ele, o enteado é usuário de drogas. “Ele estava drogado, estava muito louco, dando risada e dizendo que ia pegar fogo em tudo. Ela já tinha dado dinheiro pra ele comprar droga, ele queria mais, acho que ela não deu e ele fez isso aí. Quase mata todo mundo, fomos salvos pelo menor que achou a chave da porta da sala. Ele fugiu e correu”, finalizou.

Todos da família conseguiram sair pela porta da sala, apenas a jovem inquilina que pulou a janela e teve ferimentos.

Compartilhe o post com seus amigos!