AMANTE DE EMPRESÁRIO É PRESA POR EXTORQUIR O HOMEM. (FOTO: ILUSTRATIVA/PIXABAY)

A amante foi presa em flagrante por extorsão; ela ameaçou publicar fotos íntimas do empresário na internet e fazer uma falsa acusação de estupro

Por: Ric Mais

amante de um empresário curitibano foi presa por suspeita de extorsão no bairro Santo Inácio, em Curitiba. Segundo a polícia, ela exigiu R$ 80 mil sob ameaça de divulgar fotos íntimas do homem na internet e ainda ir até uma delegacia e acusá-lo de estupro.

Amante de empresário resolve lucrar com a relação

A suspeita de 35 anos trabalhava na casa da família do empresário há dois anos. Os dois iniciaram um relacionamento extraconjugal há um certo tempo, até que na última segunda-feira (12), ela resolveu que queria dinheiro para manter em segredo a relação.

Para pressionar a vítima, a amante chegou a ligar para a esposa do homem e falar sobre a situação.

Mulher tenta fuga cinematográfica

Segundo a Polícia Civil, o homem entrou em contato com a polícia e armou junto com os investigadores uma situação de flagrante. Por isso, na tarde de quinta, quando o empresário foi até a casa da amante para realizar o pagamento, policiais estavam no local esperando o melhor momento para realizar a prisão.

No entanto, quando viu que seria presa, a amante resolveu fugir, pulou o muro e caiu no terreno de um vizinho. Na sequência, ela foi indo de casa em casa com o intuito de sair do outro lado da quadra, mas quando chegou em um muro com cerca de 4 metros de altura, se desequilibrou e caiu dentro do terreno da casa de um policial que estava de folga. O agente logo percebeu o que estava ocorrendo e segurou a suspeita até a chegada da polícia.

Amante confessa extorsão e diz que precisa pagar cirurgia da mãe

Na delegacia, a mulher, que é cuidadora de idosos, confessou que que exigiu dinheiro do amante porque precisa pagar um transplante para sua mãe.

Ela foi presa em flagrante e permanece à disposição da Justiça. O crime de extorsão é inafiançável e pode acarretar em um pena de 4 a 10 anos de prisão.