Anúncios

Dois homens de 24 e 25 anos de idade, foram presos no final da manhã deste domingo, 4 de Abril, após serem flagrados com duas armas de fogo. As prisões aconteceram nas imediações do Jardim Boa Vista, na cidade de Mandaguari. De acordo com as informações, investigadores da Polícia Civil, realizavam diligências no bairro, para apurar a autoria de um crime de homicídio registrado na noite deste sábado, 3. Um indivíduo de 21 anos, que fazia o uso de uma tornozeleira eletrônica, foi executado com vários tiros.

Durante esse trabalho investigativo, os policiais receberam uma denúncia, que dois homens ocupando um veículo modelo VW Golf na cor prata, estavam efetuando disparos de arma de fogo em via pública.

Diante desta informação, os agentes da PCPR solicitaram o apoio da PM. Em poucos minutos os policiais civis e militares cercaram o bairro e localizaram o veículo suspeito. O carro foi abordado, e no seu interior foram encontrados dois revólveres calibre 38 e 32. Uma das armas (32) estava com a numeração suprimida e com uma munição picotada. Tudo foi encaminhado para o plantão da delegacia, onde ocorreu a lavratura do flagrante.

Além do homicídio registrado na noite de sábado, outras duas pessoas foram baleadas em Mandaguari, em situações distintas. No período da tarde, um rapaz de 20 anos foi executado dentro de uma residência situada no Jardim São Marcos. E por volta das 20h00, um homem foi alvejado com dois tiros e sobreviveu. Um adolescente de 16 anos, suspeito de ser o atirador, foi apreendido por uma equipe da PM. As autoridades policiais da cidade, informam que não descartam a possibilidade dos crimes terem ligação.

A princípio as três vítimas teriam envolvimento com o tráfico de drogas. Dr. Nery Zoroastro, delegado da cidade, acredita que nas próximas horas ou dias, os crimes estarão 100% esclarecidos. A polícia cívil tenta descobrir se a dupla presa neste domingo, teria envolvimento ou não com os atentados registrados no sábado. As forças de segurança da cidade, contam também com a colaboração da sociedade, que pode estar ajudando a polícia através de denúncias anônimas. A identidade do denunciante sempre será mantida em sigilo absoluto.

Portal do Tossinha com Repórter Anderson Corujão

Compartilhe o post com seus amigos!